Moçambique

Esteja orando por esse povo e pelos cristãos que estão lá

Como é a perseguição aos cristãos em Moçambique? 
Os ataques de extremistas islâmicos e a presença de cartéis de drogas em algumas áreas contribuíram para o aumento da perseguição em Moçambique. Os cristãos enfrentam extrema violência na parte norte do país e foram forçados a fugir de suas casas. Extremistas islâmicos saquearam e destruíram muitos locais cristãos de adoração, escolas cristãs e empresas de cristãos.
Na parte norte do país, onde os muçulmanos são a maioria, os convertidos enfrentam extrema pressão para renunciar à fé. Se eles se recusarem, geralmente serão evitados. Em abril de 2020um grupo jihadista com possíveis laços com o Estado Islâmico matou 52 pessoas, incendiou igrejas e instituições e atacou aldeias.
“A menos que o governo trabalhe para controlar a situação, a violência contínua pode corroer a harmonia religiosa que existe hoje entre o povo de Moçambique.
Jo Newhouse (pseudônimo), porta-voz das operações da Portas Abertas na África Subsaariana
Quem persegue os cristãos em Moçambique? 
O termo tipo de perseguição é usado para descrever diferentes situações que causam hostilidade contra os cristãos. Os tipos de perseguição aos cristãos em Moçambique são: opressão islâmica, paranoia ditatorial, hostilidade etno-religiosa, corrupção e crime organizado.
Tipos de perseguição que dominam no país:
 Opressão Islâmica, paranoia ditatorial, hostilidade etno-religiosa, corrupção e crime organizado.
Já as “fontes de perseguição são os condutores/executores de hostilidades, violentas ou não violentas, contra os cristãos. Geralmente são grupos menores (radicais) dentro do grupo mais amplo de adeptos de uma determinada visão de mundo. As fontes de perseguição aos cristãos em Moçambique são: grupos religiosos violentos, redes criminosas, parentes, cidadãos e quadrilhas, oficiais do governo, líderes de grupos étnicos.
Principais fontes de perseguição:
Grupos religiosos violentos, redes criminosas, parentes, cidadãos/quadrilhas, oficiais do governo e líderes de grupos étnicos.
Quem é mais vulnerável à perseguição em Moçambique?
No geral, o país tem liberdade religiosa limitada. No entanto, a perseguição aos cristãos é mais severa no norte da província de Cabo Delgado devido aos extremistas afiliados ao Estado Islâmico que realizam ataques violentos lá.
Como as mulheres são perseguidas em Moçambique? 
De acordo com fontes locais, as formas mais comuns de perseguição que afetam mulheres e meninas cristãs no país são assédio sexual, estupro – atribuído à incursão de militantes islâmicos – e casamento forçado. Muitas famílias muçulmanas que vivem em Moçambique forçam mulheres suspeitas de se converterem ao cristianismo ao casamento com um homem muçulmano, para garantir que não se envolvam em atividades cristãs.
Como os homens são perseguidos em Moçambique?
Segundo especialistas do país, a opressão islâmica é a fonte mais comum de perseguição aos cristãos em Moçambique. Um deles compartilhou que ataques direcionados a propriedades governamentais e cristãs tornaram-se comuns na província onde os jihadistas estão ativos. É relatado que homens e meninos cristãos foram mortos nesses ataques, deixando as famílias economicamente incapacitadas.
Como posso ajudar ?
Além de orar por esse povo, você pode ajudar ofertando para os projetos e missionários que se encontram lá. Nós da associação missionária cristã ide visamos apoiar missionários que se encontram na linha de frente, pregando o evangelho para as nações.

Conheça os projetos na África

Royal Kids – Moçambique

Em 2012, antes de começarmos todo nosso trabalho e nossas missões, o Senhor já estava trabalhando através das Crianças. Uma chama já estava acessa, e

Read More »

RK – Clamor a vizinhança

Nossas Crianças do RK foram visitar uma Senhora que era oprimida pelo Diabo. Ela tinha trombose e mal consegui aandar, e além disso não conseguia

Read More »

Caminhada de Oração – Nampula

“Caminhada de oração” que fizemos domingo, com as crianças da igreja Assembléia de Deus em Nampula/Moçambique pelas ruas do bairro, após a Escola Bíblica Dominical.

Read More »